Return to site

Condeúba - Raízes que mudam vidas

Da lavoura ao supermercado, a popular mandioca ganha valor e é o eixo de transformações sociais e econômicas na Bahia

Retratada na música popular brasileira, a mandioca e a tão apreciada farinha que ela fornece são símbolos de tradição. O escritor Jorge Amado (1912-2001) não escondia a preferência: “Onde quer que esteja levo o Brasil comigo, mas ai de mim se não levo farinha de mandioca; sinto falta todos os dias, ao almoço e ao jantar”, disse o romancista em manuscritos sobre suas viagens mundo afora. Apesar das reverências, a mandioca varou séculos associada à pobreza. Mas iniciativas que aumentam a produtividade estão promovendo uma nova cultura no campo.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly