Return to site

São Raimundo Nonato (PI) - A riqueza que o Piauí destrói

· Piauí

Na manhã de céu azul, o sol castiga o semiárido no sul do Piauí, próximo à divisa com a Bahia. Da cidade de São Raimundo Nonato, decolamos rumo a um oásis onde poucos se atrevem chegar. Após 40 minutos de sobrevoo em região de planície coberta por cactos, arbustos e matas secas, surge no cenário vazio uma moldura de desfiladeiros. Longe da ocupação humana, a vegetação em rota se torna mais densa. São angicos, aroeiras, juazeiros, imburanas e logo a tradicional paisagem pálida e cinzenta da Caatinga cede lugar a uma floresta exuberante. A nítida mudança chama atenção. No alto daquelas chapadas, entre 600 e 700 metros acima do nível do mar, vales úmidos escondem samambaias e palmeiras gigantes como as de uma mata tropical, refúgio para a flora e fauna no período da seca. Na por- ção mais ao sul, avistam-se grandes lagoas próximas a veredas típicas do Cerrado. Que lugar é esse que reúne o que há de mais preservado em três diferentes biomas brasileiros?

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly